Apple pagará US$ 38 bi em imposto de repatriamento nos EUA

Pagamento referente a dinheiro mantido no exterior é o maior de uma empresa norte-americana na história

A Apple vai pagar cerca de US$ 38 bilhões para repatriar capital ao governo norte-americano, em valor referente a lucros mantidos pela empresa no exterior.

O valor equivale à taxa de 15,5% do imposto de repatriação sobre um capital de US$ 252 bilhões – toda a reserva no exterior, a maior de uma empresa norte-americana. Segundo a companhia, o dinheiro será usado para novos investimentos nos EUA.

Um deles é o de US$ 350 milhões para criar 20 mil empregos no país nos próximos cinco anos. O plano é criar um novo campus, com local ainda não definido, voltado a atendimento ao cliente. Atualmente, a Apple conta com mais de 84 mil funcionários nos EUA.

“Estamos focando nossos investimentos em áreas nas quais podemos ter um impacto direto na criação de empregos e no treinamento dos funcionários”, afirmou Tim Cook, presidente-executivo da Apple.

A companhia é uma das maiores beneficiárias da reforma tributária arovada pelo Congresso norte-americano, em mudança que reduziu de 35% para 15,5% a taxa de repatriamento e de 35% para 21% os impostos pagos por organizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *