Desemprego médio em 2017 é o maior da história, diz IBGE

A taxa média de desemprego no ano de 2017 foi de 12,7%, a maior já registrada na série histórica iniciada em 2012. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad Contínua), divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira. O número indica a porcentagem de pessoas que procuraram emprego no período, mas não conseguiram uma ocupação. Em 2016, o índice médio do ano foi de 11,5%.

Apesar da alta anual, o desemprego voltou a cair no último trimestre do ano e atingiu 12,3 milhões de pessoas. O número de desempregados representa recuo de 650.000 pessoas em relação ao trimestre anterior e estabilidade na comparação com o mesmo período de 2016.

A taxa de desocupação no trimestre foi de 11,8%, queda de 0,6 ponto porcentual em relação ao período entre julho e setembro.

A população ocupada teve crescimento de 0,9% entre outubro e dezembro frente aos três meses anteriores, chegando a 92,1 milhões de pessoas. O aumento foi puxado pelos trabalhadores por conta própria, cuja parcela cresceu 1,3%, e representam 23,2 milhões. A quantidade de trabalhadores com carteira assinada e informais permaneceu estável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *