Facebook bane propagandas de criptomoedas por serem “frequentemente associadas” a golpes

Em uma significativa mudança de política, o Facebook resolveu banir todas as propagandas de sua plataforma referentes a criptomoedas.

• Plataforma de criptomoeda some com o dinheiro de investidores e deixa apenas a palavra “pênis” em seu site
• O que são ICOs e por que elas estão sendo banidas na China

A recém-adicionada 29ª seção das políticas de propaganda da empresa descreve a proibição de anúncios de startups ligadas a moedas virtuais e afins. Abaixo, parte do trecho (ênfase nossa):

Propagandas não devem promover produtos financeiros e serviços que são frequentemente associados com práticas promocionais enganosas, como opções binárias [opção financeira em que o pagamento é fixo ou nada], oferta inicial de moedas [ICO] ou criptomoedas.

A nova política de propaganda oferece alguns exemplos de tipo de publicidade que proíbe:

“Comece a negociar opções binárias hoje e receba 10 bônus gratuitos!”
“Clique aqui para saber mais sobre nossa criptomoeda sem riscos que permite pagamentos instantâneos para qualquer pessoa do mundo.”
“Novo ICO! Compre moedas com desconto de 15% agora!”
“Use sua aposentadoria para comprar bitcoin!”

As restrições são descritas pela companhia como “intencionalmente amplas” e que a aplicação é também de longo alcance. Esse tipo de propaganda não só será banida do Facebook, mas também do Instagram e de sites externos que usem os serviços de Audience Network, da rede social, para exibir publicidade.

A crescente atuação de agências financeiras nos Estados Unidos e em outros países, além de vários golpes associados a criptomoedas, se mostrou algo potencialmente tóxico para a imagem manchada do Facebook. Neste caso, seguir o caminho seguro parece ser a forma que a companhia achou de ter uma boa imagem e ajudar a proteger seus usuários.

Foto do topo por Paul Sakuma/AP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *